Italianos exigem 10% do valor recebido pelo Sporting, proveniente da venda do jogador maiato ao Manchester United.

O departamento jurídico do Sporting está a estudar a possibilidade de não liquidar os 10% de mais-valias pertencentes ao acordo com o emblema italiano no momento da transferência do internacional português para Alvalade, em 2017. Os leões alegam que o antigo capitão de equipa rescindiu esse contrato em 2018 e assinou um novo, perdendo assim a obrigatoriedade de liquidação de cerca de 4,6 milhões de euros. A Sampdória, por seu lado, tem um entendimento diferente e avançou mesmo para a FIFA.

Ordem dos Advogados Maia

“Confirmamos que a 3 de abril de 2020, o clube italiano Sampdória avançou com uma declaração para a FIFA contra o clube português Sporting, relacionado com obrigações financeiras contratualizadas, correspondentes à transferência do jogador Bruno Fernandes”, revelou um porta-voz do organismo que supervisiona o futebol mundial, citado pelo Manchester Evening News.

A ausência de entendimento entre os dois clubes levou a formação de Génova a avançar com estas medidas mais drásticas, num momento de dificuldade financeira para muitos clubes face à pandemia covid-19.

O Sporting adquiriu o “Canhão da Maia” em 2017 por 8,5 milhões de euros, além de 10% de mais-valia em futura mudança. Em janeiro de 2020 foi transferido por 55 milhões de euros, enquanto componente fixa, além de 25 milhões de euros por objetivos, tanto individuais como coletivos.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.