Notícias Maia

Uma hora a jogar com dez foi curto para um bom Padroense

Partilhas

A expulsão de Ricardinho aos 32 minutos foi determinante na primeira derrota do Maia.

O FC Maia Lidador viu a invencibilidade quebrada à 8ª jornada da Divisão de Elite da AF Porto, frente ao Padroense, num jogo em que esteve mais de uma hora a jogar com 10. A expulsão de Ricardinho por acumulação de amarelos, ainda na primeira parte, acabou por se revelar crucial para o desfecho do jogo.

Os maiatos entraram praticamente a perder, quando o central Neto, aos 6 minutos, desviou a bola para a própria baliza, colocando o Padroense na frente do marcador. As coisas não ficaram mais fáceis quando uns minutos depois da expulsão de Ricardinho, aos 40 minutos, Leitão dilatava a vantagem para 2 golos.

Antes do fecho do primeiro tempo, em cima dos 45, Igor reduziria a desvantagem para 1-2, por pontapé de grande penalidade, cometida sobre o próprio.

Na segunda parte, os maiatos assumiram as despesas do jogo e viram aos 60 minutos, numa jogada de contra-ataque, após perda de bola no meio campo, Mesquita marcar o terceiro golo. Ainda assim, sem baixar os braços, os maiatos não deram o jogo como perdido e conseguiram mesmo encurtar novamente o resultado, por Neto, a redimir-se, aos 92 minutos.

O FC Maia Lidador trocou de posição com o Padroense, passando agora a ocupar o terceiro lugar do campeonato, a quatro pontos da liderança. A próxima jornada é no terreno do Valadares, atual sexto classificado.

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link