Apanhado a 204 quilómetros/hora na N14

Em comunicado, a PSP sublinha que na Estrada Nacional 14, em local cujo limite de velocidade é de 70 quilómetros/hora, foi controlada uma viatura a circular a 204 quilómetros/hora.

A PSP dá ainda conta de 103 infrações verificadas ao Código da Estrada e demais legislação rodoviária, de que se destacam as 85 infracções por condução em excesso de velocidade e 12 por condução sob o efeito do álcool.

Na mesma operação foi também apreendido haxixe suficiente para 496 doses individuais.

O Comando Metropolitano da PSP do Porto anunciou ainda, este sábado, a detenção de 17 pessoas, 13 das quais por condução sob o efeito de álcool, uma por tráfico de droga, duas por falta de carta de condução e uma por desobediência.

As detenções ocorreram durante uma operação policial que decorreu entre as 23 horas de sexta-feira e as 9.30 horas de sábado, e na qual foram fiscalizados 621 condutores e respectivas viaturas, sendo que todos os condutores foram submetidos ao teste de álcool no sangue.

2 comments

  1. antonio martins

    Pois claro…esse da velocidade devia ser um dos idosos a quem querem retirar a carta de condução.Ora POLLLRA passoal…só não vê quem não quer ver,só admira como ainda aceitam bestas destas com um carro na mão…não sei se terei mais medo duma arma apontada a cabeça,se de me deparar com tal situação.Vão ver que na pior das hipoteses apanha uns meses de pena suspensa.Tirar da circulação é aos velhotes para estes Fangios andarem á vontada.Ai justiça…justiça…Se as leis não deixam ir mais longe,pois troquem de deputados e mudem-nas…tenham vergonha já não se pede,porque ninguem a tem…mas tenham M E D O.Sim MEDO…mais depressa do que julgam,apanham com um destes CRÁPULAS em cima e vão ver que ainda terão de pedir desculpas,se viverem para isso….

    • Ricardo

      Infelizmnete existe pessoas como o sr. para dizer que quem anda em excesso de velocidade é que é criminoso.
      Mas muitas vezes tambem se vê idosos sem a minima competencia para andar de carro a fazer muitas asneiras como por exemplo não terem mobilidade no corpo e dificuldades visuais para ver pessoas nas passadeiras, atravessaren-se a frente de outros em velocidade reduzida numa auto estrada como já aconteceu comigo um idoso com idade aproximada entre os 65 e os 75 a 30 quilometros hora a ir para uma faixa da esquerda quando a velocidade minima para circular nestas vias é de 50km/h.
      Circular em contra mão.
      E por ai fora.
      Se formos a ver a velocidade é um factor de risco não discordo disso mas se for usada com cabeça não é assim tão grave, pois temos o exemplo da auto estrada na alemanha que não tem limite de velocidade e não existe um quarto dos acidentes que temos cá em portugal. axo que o maior defeito na condução será a falta de respeito mutua.
      Mas isto é só a minha opinião como condutor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *