Notícias Maia

“E se a biblioteca fechasse? Perspetivas de transformação”

Partilhas

Nos dias 17 e 18 de novembro, no Fórum da Maia decorre a 5ª Edição das Jornadas da Rede de Bibliotecas da Maia.

A Divisão de Cultura e Turismo tem desenvolvido, através da Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho, em parceria com as Bibliotecas Escolares, Biblioteca das Juntas de Freguesia, e Centros de Documentação, uma Rede Concelhia de Bibliotecas cujo trabalho tem merecido o reconhecimento da Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação.

Neste contexto a Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho, irá realizar as VII Jornadas da Rede de Bibliotecas da Maia, subordinadas ao título “E se a biblioteca fechasse? Perspetivas de transformação”.

Partindo da premissa que a prática da leitura contribui para o aumento da literacia de um país e, por conseguinte, para a formação de cidadãos mais capazes de responder aos desafios pessoais e profissionais, as bibliotecas públicas e escolares, enquanto promotoras da leitura, em especial da leitura recreativa, têm de assumir-se como eixo de inovação, capaz de contribuir para a formação de cidadãos ativos e participativos, cosmopolitas e curiosos, capazes de se adaptarem às constantes mudanças e inovações com que se deparam neste século. A partilha de conhecimentos e experiências no âmbito da(s) literacia(s) e estratégias de promoção e consolidação de hábitos de leitura sustenta uma aprendizagem prática da teoria, onde serão privilegiadas estratégias de aprendizagem ativa mobilizadoras dos conhecimentos e experiências dos formandos, sendo possível a cada um deles refletir sobre as suas práticas e aperfeiçoar as intervenções educativas no seu contexto de atuação.

PROGRAMA
17 DE NOVEMBRO DE 2017

09H00 – RECEÇÃO DOS PARTICIPANTES
09H30 – SESSÃO DE ABERTURA
10H00 – COMUNICAÇÕES
PAULO CONDESSA – AS PORTAS GIRATÓRIAS FECHAM OU ABREM? PERSPETIVAS DE TRANSFORMAÇÃO
MANUELA PARGANA SILVA – COMO TORNAR A BIBLIOTECA O CENTRO DA ESCOLA?
11H15 – OFICINAS
PAULO CONDESSA – LEITURA SENSORIAL E INTELIGÊNCIA CRIATIVA
FERNANDA FREITAS – BE: COMO LIDERAR? – GESTÃO ESTRATÉGICA, PLANEAMENTO E COMUNICAÇÃO
ANTÓNIO PIRES – A BIBLIOTECA DIGITAL E A SUA GESTÃO
ALBERTO SERRA – A ESCRITA TAMBÉM PODE SER CRIATIVA
14H30 – COMUNICAÇÕES
ANTÓNIO MOREIRA – OS DESAFIOS DO DIGITAL E A NOVA REALIDADE EDUCATIVA HIPERCONECTADA
CONCEIÇÃO CARNEIRO – A RELAÇÃO DA BE COM O AGUPAMENTO
15H45 – OFICINAS
PAULO CONDESSA – LEITURA SENSORIAL E INTELIGÊNCIA CRIATIVA
FERNANDA FREITAS – BE: COMO LIDERAR? – GESTÃO ESTRATÉGICA, PLANEAMENTO E COMUNICAÇÃO.
ANTÓNIO PIRES – A BIBLIOTECA DIGITAL E A SUA GESTÃO
ALBERTO SERRA – A ESCRITA TAMBÉM PODE SER CRIATIVA
18H00 – COMUNICAÇÕES
MIGUEL AZEVEDO – REDE DE BIBLIOTECAS DA MAIA: PERSPETIVAS DE TRANSFORMAÇÃO
21H00 – PROGRAMA SOCIAL
ENCONTRO COM PEDRO CHAGAS FREITAS – APRESENTAÇÃO DO LIVRO “A REPARTIÇÃO”
APRESENTAÇÃO DO PROJETO APRENDER DIREITOS HUMANOS – PASSADO E PRESENTE (ANNE FRANK HOUSE)

18 DE NOVEMBRO DE 2017

09H30 – COMUNICAÇÕES
TERESA SILVEIRA – PORQUÊ QUE A BIBLIOTECA NÃO PODE FECHAR?
VICTOR PINHO E ANA PAULA BRITO – DINÂMICAS E PROJETOS NO SABE DE BARCELOS
BRUNO DUARTE EIRAS – O QUE ACONTECE QUANDO UMA BIBLIOTECA PÚBLICA ENCERRA?
VALTER HUGO MÃE – O ESCRITOR E AS BIBLIOTECAS
12H00 – SESSÃO DE ENCERRAMENTO

Promotor: Biblioteca Municipal da Maia
Duração: 16h
Público-alvo: Bibliotecários, professores bibliotecários, técnicos de biblioteca, professores, educadores, animadores, público em geral.
[atualização a 15 de novembro, 15h25] As inscrições encontram-se encerradas devido a lotação esgotada.

COMENTE

Partilhas
Top