Gémeas da Maia à espera de cadeiras para serem operadas - Notícias Maia

Notícias Maia

Gémeas da Maia à espera de cadeiras para serem operadas

Partilhas

Duas gémeas de oito anos, moradoras na Maia, padecem de doenças crónicas que podem levar ao nanismo. Necessitam de duas cadeiras elétricas e um carro adaptado. Mãe das duas gémeas de oito anos ocupa os tempos livres a fazer bonequinhas de pano para angariar dinheiro.

Um artigo publicado no Jornal de Notícias chama a atenção para o caso destas gémeas, que, de acordo com a mãe, precisam de ser operadas para “corrigir o desvio das pernas”, no entanto, as cirurgias tardam em ser agendadas porque “uma médica de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital S. João, no Porto, não prescreve duas cadeiras de rodas elétricas”. Os equipamentos serão fundamentais para o recobro e transporte das meninas após a operação.

“A única solução que me dá [a médica] é que as cadeiras sejam manuais e que eu as empurre à vez”, contou a mãe ao jornal. “Se são crianças que se cansam ao fim de 100 metros a pé, que não conseguem cortar um bife ou um ovo estrelado porque não têm força, como vão conseguir mover uma cadeira de rodas manual?”.

Para esta família monoparental, o montante necessário para as duas cadeiras de rodas elétricas, €12000, “é incomportável”. “Bastava a prescrição da médica para as meninas terem acesso às cadeiras de graça”, desabafou a mãe.

Donativos e bonequinhas

A mãe das crianças, Carla Martins, de 45 anos, decidiu há pouco mais de um mês começar a fazer umas bonequinhas para vender por um valor simbólico, “a fim de amealhar para a compra do carro adaptado”. Há vários locais em Gueifães e no Castêlo da Maia onde podem ser adquiridas.

Existe ainda uma conta, na Caixa Geral de Depósitos, no caso de preferir ajudar com um donativo: 0035 0362 0000 5226 3001 7 

COMENTE

Newsletter

E-mail
Top