RedesDesenvolvimento

Maia na vice-presidência da Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento

Está constituída, desde 15 de Março, a “CD-ARICD Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento- Associação”. Afirma-se como uma entidade associativa de municípios e que tem por objecto principal a cooperação intermunicipal para o desenvolvimento.
Numa cerimónia que foi presidida pelo então Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Luís Brites Pereira, e que contou com a presença de Artur Trindade, em representação da Associação Nacional de Municípios Portugueses e de Paulo Telles de Abreu em representação do Instituto Marquês de Valle Flor, outorgaram a escritura da nova associação intermunicipal os municípios de Amadora, Faro, Grândola, Loures, Maia, Marinha Grande, Miranda do Corvo, Moita, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal e Setúbal.

Já a 19 de Abril, em Assembleia Intermunicipal, foram eleitos os corpos sociais desta associação, para o primeiro mandato de dois anos, que terá Odivelas na presidência do Conselho Executivo, Setúbal na presidência da Mesa da Assembleia Geral e Faro na presidência do Conselho Fiscal. A Maia, representada pelo presidente da câmara, Bragança Fernandes, ficou com a primeira vice-presidência do Conselho Executivo, órgão que tem a obrigação de gerir os destinos da Associação e que conta ainda com a presença do Município do Seixal.

Paulo Ramalho, responsável pelo pelouro das Relações Internacionais da Câmara Municipal da Maia, referiu que “ a constituição desta associação de municípios foi o culminar de todo um processo iniciado há cerca de dois anos, no âmbito do projecto “Redes para o Desenvolvimento- da geminação a uma cooperação mais eficiente”, promovido pelo Instituto Marquês de Valle Flor e em que a Maia participou conjuntamente com outros municípios portugueses e alemães, projecto que contou ainda com a experiência muito importante do Fundo Gallego para a Cooperação e Solidariedade, e que acrescentou enorme valor para o nosso município, não só em termos de qualificação dos nossos técnicos, mas acima de tudo, a nível da afirmação da importância do trabalho em rede, em parceria, enquanto instrumento privilegiado de troca de experiências e conhecimentos, e mesmo da construção de projectos comuns”.

Reforçando ainda a importância das parcerias, o vereador salientou que “a conferência internacional “Golocal-respostas locais a desafios globais”, que recentemente teve lugar no Fórum da Maia, e que juntou diversos especialistas nacionais e estrangeiros para reflectir sobre o futuro das cidades e da sustentabilidade dos territórios, designadamente na sua dimensão social, económica e ambiental, só foi possível concretizar na Maia, devido à parceria estratégica que o nosso município vem desenvolvendo com o Instituto Marquês de Valle Flor, sendo claramente um excelente exemplo dos benefícios do trabalho em rede”.

Ainda a propósito da Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento, Paulo Ramalho, destacou a importância que esta tem “para a promoção da marca Maia, enquanto território de elevado potencial, solidário e empreendedor, designadamente no plano internacional, pois a partir de agora, para além dos protocolos de cooperação e geminação que temos com oito regiões estrangeiras, passamos também a beneficiar dos protocolos de cooperação e geminação que os demais Municípios da Rede também possuem a nível internacional, e que no total se contabilizam nesta altura, em cerca de cinquenta e oito…”.

Por último, sobre o facto de ter sido confiada à Maia a primeira vice-presidência do órgão executivo desta nova associação intermunicipal, o vereador referiu que “para além de uma grande responsabilidade, é também o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo nosso Município dentro da Rede, designadamente a nível da cooperação…não sendo alheio também o facto da Maia ser o único Município da região Norte a integrar esta associação, apesar de existirem outros Municípios a pretender solicitar a sua adesão, ao que julgamos saber”.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *