António Texeira - PS Maia

“Resistência” do PS Maia contra dissidentes do PSD

O deputado municipal António Teixeira publicou nas redes sociais, uma série de perguntas dirigidas aos militantes e simpatizantes do Partido Socialista. Nessa publicação afirma que no PS Maia, vários militantes discordam de algumas das mais recentes opções políticas, tais como a eventual coligação com o Juntos Pelo Povo ou o grande numero de ex-militantes do PSD Maia apontados às listas Socialistas nas próximas eleições autárquicas.

A escolha de Francisco Vieira de Carvalho, candidato independente ao município, é o principal foco das críticas sendo que é ainda alvo de protesto a presença de antigos militantes do PSD, alguns com várias décadas de presença política, como Carlos Teixeira, Jaime Pinho ou Pinho Gonçalves.

Da auto-intitulada “resistência” do PS da Maia farão parte ex-presidentes, ex-candidatos tanto à Câmara como à Assembleia Municipal, ex-deputados, ex-presidentes de junta, ex-vereadores e diversos autarcas . Segundo o que foi tornado público, este grupo pretende defender os princípios e os ideias socialistas, discordando vivamente com a presença daqueles que “não querem dar a cara numa lista do PS” e pedindo uma “verdadeira candidatura do PS” a todos os órgãos, precedida de eleições diretas.  Ainda segundo a publicação, os dissidentes do PSD acolhidos agora pelo PS, viriam eventualmente a apresentar a sua própria candidatura independente, caso não tivessem encontrado abrigo no Partido Socialista, situação essa que seria a mais adversa para a atual maioria Social Democrata.

Por fim são ainda levantadas duvidas quanto ao propósito da presença na Maia do Juntos pelo Povo, “um pequeno partido da Madeira, da extrema direita”.

1 comment

  1. Paula Pinto

    Realmente lá se foram os bons princípios e integridade dos políticos porque até os seus militantes já andam sem rumo , é de ter pena de mentes como estas que só olham aos seus propósitos e viram o rumo sem mais e para quem!!!!!Para que queremos gente desta no poder que nem sabem o que querem quanto mais fazer pelo povo!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *