87757517

Sonae Indústria acredita em regresso “muito próximo” ao lucro

O presidente executivo da Sonae Indústria afirmou-se hoje convicto num “muito próximo” regresso da empresa ao lucro, já que o redimensionamento industrial dos últimos anos fica concluído com a alienação de três fábricas em França e Espanha.

“Estamos a trabalhar para ter lucro o mais depressa possível e acreditamos que estamos muito próximos”, afirmou Rui Correia num encontro com jornalistas para apresentação dos resultados de 2014 da empresa de painéis derivados de madeira, sediada na Maia, mas com 21 fábricas na Alemanha, Península Ibérica, França, Canadá e África do Sul.

Segundo salientou, o resultado líquido negativo de 116 milhões de euros em 2014 (um agravamento face ao prejuízo de 78 milhões de euros de 2013) teve “uma componente muito grande de [custos] extraordinários e não recorrentes” relacionada com o processo de redimensionamento industrial que, nos últimos anos, tem motivado a redução do nível de ativos com o encerramento/venda de várias fábricas do grupo.

Questionado pela agência Lusa sobre um eventual regresso ao lucro já no exercício de 2015, o gestor admitiu ser “muito difícil até porque a reestruturação, embora com custos muito inferiores ao ano passado, ainda implica algum ajustamento” este ano.

Conforme adiantou, depois da alienação em 2014 de duas fábricas em França e do encerramento de uma outra na Galiza, para além da cessação da atividade de revestimento de painéis numa das fábricas da Alemanha, a estratégia de redimensionamento termina com a venda, este ano, das duas fábricas que a Sonae Indústria ainda detém em França e de uma outra em Espanha.

“O nosso objetivo é encontrar compradores para aquelas fábricas”, disse Rui Correia, afirmando esperar ter “novidades, seguramente, ao longo deste ano”.

Fonte: rtp.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *