A Polícia Judiciária identificou e deteve 4 pessoas por crimes violentos contra a propriedade na Maia que remontam a 28 de setembro deste ano.

Foram detidos três homens e uma mulher “fortemente indiciados pela prática de crime de violência com arma de fogo” e de roubo. O caso aconteceu a 28 de setembro deste ano em Águas Santas.

Cozinca

Ao que a PJ apurou, os arguidos decidiram apropriar-se de uma televisão que a vítima pretendia vender, tendo, para tal, colocado um anúncio numa plataforma digital para venda de bens usados. Manifestando interesse na aquisição do referido bem, atraíram-na para uma cilada através da qual se apropriaram da televisão ameaçando-a seguidamente com a utilização de arma fogo.

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve o grupo na sequência da realização de diligências de obtenção de prova que permitiram detetar o bem apropriado ilegitimamente na posse dos, agora, arguidos. Foram ainda recolhidos elementos que sustentam a indiciação como autores dos crimes em investigação.

Segundo comunicado publicado no website oficial da Polícia Judiciária, os detidos são familiares entre si, com idades compreendidas entre os 20 e os 37 anos e têm antecedentes criminais por crimes violentos contra a propriedade, estre outros. Vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação adequadas.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.