Notícias Maia

Análise: PSD e PS sobem votação na Maia em relação a 2014

© DR
Partilhas

O PSD aumentou a votação em relação às últimas Eleições Europeias. O PS recolheu o maior número de votos, tal como em 2014. PAN é a quarta força política. PCP-PEV tem queda abrupta. A taxa de abstenção ficou-se pelos 58%, sendo menor do que em 2014. O PPE venceu eleições na União Europeia.

O Partido Popular Europeu (PPE), onde se incluem o PSD e o CDS-PP, vai vencer as eleições europeias conquistando a maioria dos assentos parlamentares. Os socialistas democratas, onde se situa o PS, ficam em segundo lugar e o ALDE cresce como terceira força política.

Na Maia

No que concerne aos dois partidos mais votados, os resultados na Maia foram parecidos com os atingidos há 5 anos atrás. O PS venceu tal como tinha feito e o PSD ficou em segundo como tinha acontecido em 2014, apesar de nas anteriores eleições o ter realizado em coligação com o CDS-PP.

Há, no entanto, algumas alterações no mapa político.

A abstenção, contrariamente ao que aconteceu na tendência nacional, diminuiu em -1,8% no concelho da Maia. A nível nacional tudo indica que a abstenção tenha atingido o valor mais alto de sempre, mas tem um dado curioso, o número de votantes também aumentou. Porquê? Este ano o número total de eleitores passou de 9,7 milhões para 10,7 milhões (10 761 156). Também na Maia o número possível de votantes aumentou, com mais 3493 eleitores inscritos.

O PSD aumentou a sua votação em relação à votação de 2014, uma vez que em coligação com o CDS-PP tinha merecido a confiança de 12.075 eleitores, ao que corresponderam 26,7% dos votos e, esta noite atingiu, sozinho, 11.444 votos, correspondentes a 22,9% dos votos. O CDS-PP, por seu lado, mereceu 2.492 votos, atingindo 5,1%. O que significa que se for considerada uma votação conjunta, em 13936 votos o peso do PSD seria de 82%. Estes valores, se comparados aos de 2014, numa relação aproximada, colocam o PSD nuns aproximados 10.000 votos, no melhor cenário possível.

O PS aumentou a votação em 1434 votos, vencendo por uma margem maior, atingindo mais 0,8% da votação.

O PSD na Maia (22,9%) teve um resultado ligeiramente superior ao PSD nacional (22,2%) e o PS na Maia (31,2%) obteve um resultado inferior em relação aos totais nacionais (33,5%).

Nos menos votados o BE é vencedor mas o PAN é a grande surpresa

A uma distância considerável com 11,7%, surge o BE, que tinha atingido apenas 6% em 2014, aumentando a sua votação quase para o dobro.

Mas a grande surpresa é o PAN. O Partido-Animais-Natureza na sua estreia atingiu 7,4% dos votos, ultrapassando partidos como o PCP-PEV e o CDS-PP. Nestas eleições europeias, é a quarta força política no município da Maia.

O PCP-PEV sofre uma queda abrupta atingindo 4,5% da votação, quando em 2014 tinha recolhido 9,8%.

Nos restantes partidos, o Livre ficou-se pelos 1,8%, o estreante Iniciativa Liberal pelos 1,8%, o Nós, Cidadãos pelos 1,7%, o Aliança pelos 1,5% e o Basta conseguiu 1%. PCTP/MRPP, PDR, PNR e PURP, ficaram aquém do 1%.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top