As eleições para o Parlamento Europeu decorrem hoje, desde as 08:00 e registaram uma afluência às urnas de 23,37% às 16:00, segundo a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna.

As europeias que este ano em Portugal ficam marcadas pelo fim do número de eleitor e pela possibilidade de todos os eleitores poderem votar antecipadamente, não estão a recolher muita adesão dos eleitores.

Os resultados indicam que a abstenção será a maior de sempre, depois de em 2014, ter sido batido o recorde com 66,4% de eleitores a optarem por não ir votar.

Este ano, no entanto, existe um dado curioso. Apesar da abstenção poder vir a ser a mais alta de sempre, o número de votantes poderá ter aumentado em relação a 2014. Isto deve-se ao facto do número total de eleitores inscrito ter aumentado de 2015 para 2019, devido ao recenseamento automático de milhares de portugueses residentes no estrangeiro.

Assim, o número total de eleitores, devido a essa mudança operativa do recenseamento automático, somados os valores dos inscritos em território nacional e no estrangeiro, passou de 9,7 milhões para 10,7 milhões (10 761 156).

A divulgação dos resultados do escrutínio provisório será realizada a partir das 22:00.

Este ano concorrem pela primeira vez a eleições europeias a coligação Basta (composta pelo PPM e PPV-CDC), o PDR, a Aliança, o Nós, cidadãos!, a Iniciativa Liberal e o PURP.

 

 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.