Ao contrário do que aconteceu nas Eleições Presidenciais, não haverá voto antecipado em mobilidade. Mas há algumas situações onde será possível votar antecipadamente.

Não vai estar no concelho onde está recenseado no dia das Eleições Autárquicas, a 26 de setembro? Então, a menos que seja umas das exceções previstas, não vai mesmo poder votar.

Cozinca

Ao contrário do que aconteceu nas Eleições Presidenciais em janeiro de 2021, onde qualquer pessoa podia votar antecipadamente e sem justificação, desta vez não haverá voto antecipado em mobilidade. Mas há algumas situações onde será possível votar antecipadamente.

De acordo com o site da Comissão Nacional das Eleições e da própria página criada para o Voto Antecipado, há algumas pessoas que poderão votar de forma antecipada.

Na Eleições dos Órgãos das Autarquias Locais, de 26 de setembro de 2021, o modo de exercício do direito de voto antecipado, em território nacional, abrange:

  • Pessoas em confinamento obrigatório – COVID-19;
  • Internados em estruturas residenciais (lares) ou instituições similares;
  • Doentes internados em estabelecimentos hospitalares;
  • Presos não privados de direitos políticos;
  • Estudantes inscritos em estabelecimentos de ensino situados em distrito, região autónoma ou ilha diferente daqueles onde estão inscritos no recenseamento eleitoral;
  • Motivos Profissionais.

Bombeiros, polícias, militares e forças de segurança que estejam, por razões de trabalho, forçosamente afastados do concelho onde estão recenseado, também poderão fazer uso do voto antecipado.

Confirme se está integrado na lista de exceções, aqui. 

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas leem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.