fbpx

Notícias Maia

Bairro do Sobreiro estará reabilitado até ao fim de 2020

© Aldo Maia / Notícias Maia
Partilhas

As obras de requalificação estão avaliadas em mais de 30 milhões de euros.

As obras de requalificação do Bairro do Sobreiro deverão estar concluídas até ao fim de 2020. Este grande projeto começou em 2016 com algumas obras em edifícios e, atualmente, também os espaços exteriores estão a sofrer intervenção. Nesta fase, além da continuidade da reabilitação dos prédios, serão criados jardins e melhoradas todas as infraestruturas como esgotos e pavimentos.

Inácio Fialho de Almeida, administrador executivo da Espaço Municipal, explicou ao Notícias Maia que esta obra tem uma grande importância porque se trata de uma zona importante do concelho onde ainda vivem “mais de 1000 habitantes”. A reação dos moradores, segundo Inácio Fialho de Almeida, tem sido “otima” porque “há perfeita noção de que a melhoria é grande”. O administrador executivo da Espaço Municipal acrescentou que existe há transtorno no que toca às obras exteriores porque o “incómodo é maior” mas que, mesmo neste caso, os moradores colaboram.

Inácio Fialho de Almeida garantiu que a meta de concluir a intervenção até ao fim de 2020 “deverá ser cumprida”. O administrador afirmou ainda que existe um projeto para construir um novo edifício com 57 habitações mas que não está contemplado nesta fase de obras.

No início deste mês de novembro, foram entregues novas habitações sociais a 8 famílias. Algumas mudaram apenas de localização dentro do mesmo Bairro do Sobreiro, outras eram provenientes de outras zonas e esperavam esta habitação.

Sobre a requalificação do Bairro do Sobreiro

A requalificação urbanística representa um investimento de mais de 30 milhões de euros e encontrou apoio em fundos comunitários, que, segundo António Silva Tiago, a “Câmara soube aproveitar”. As obras dividem-se em reabilitação do edificado e requalificação dos espaços públicos. Esta é uma obra que está a ser conduzida em parceria entre a Câmara Municipal da Maia e a Espaço Municipal.

A autarquia destacou ainda como grande novidade a construção da nova Praça do Oxigénio, que será o nome do novo Centro Comunitário, que constituirá “uma nova referência da arquitetura da cidade”.

Na apresentação pública do projeto, que aconteceu em outubro deste mesmo ano, Silva Tiago afirmou que quer “colocar o sobreiro no mapa”. Nos objetivos, a executar durante o prazo de um ano, está planeado requalificar os arruamentos, alargar os passeios e recorrer a soluções de iluminação que diminuam o consumo de energia.

 

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top