Notícias Maia

Bloco quer mais apoio ao único Clube de Ténis de Mesa do concelho

Partilhas

A Concelhia da Maia do Bloco de Esquerda visitou, no dia 25 de fevereiro, as instalações do Clube de Ténis de Mesa São Cosme, no Pavilhão Municipal de Gueifães II.

Esta coletividade é o único Clube de Ténis de Mesa sediado no concelho da Maia, dispondo de equipas de seniores e de júniores.

Fundado em 1997, em Gemunde, Freguesia do Castêlo da Maia, o São Cosme começou a sua atividade nas instalações do Polidesportivo Municipal de Monte Faro. Mas vários incidentes de furto e vandalismo levaram a que a segurança dos atletas e treinadores ficasse comprometida, forçando o Clube a abandonar a Freguesia e a instalar-se no Pavilhão que a Câmara Municipal cedeu, em Gueifães.

As instalações, supostamente temporárias, são o espaço que usam há quase uma década.

A direção garante que o Pavilhão é adequado aos padrões específicos impostos ao Ténis de Mesa pela Federação, no entanto, o clube gostaria de ter mais atletas a treinar em simultâneo, o que garantem não ser possível por a sala ser partilhada com a equipa de Voleibol feminina que treina no Pavilhão.

Como os treinos do Clube ocorrem praticamente todos os dias da semana, os técnicos e atletas alegam que ão obrigados a montar e desmontar o material diariamente. O elevado ruído, consequência da partilha da sala, é também um problema apontado pela direção, dado que a modalidade requer grande concentração por parte dos atletas.

Chegou a ser proposto ao Clube o regresso ao Polidesportivo de Monte Faro, mas nem os pais nem a direção pretendem regressar, dado que consideram não existir quaisquer garantias de segurança.

Em setembro de 2017, os candidatos do Bloco de Esquerda às autárquicas tiveram oportunidade de visitar, pela primeira vez, estas instalações, bem como as do Polidesportivo de Monte Faro.

A presidente Helga Silva, da nova direção, refere que nada mudou deste então.

Encontrar o Pavilhão ideal não tem sido tarefa fácil, dada a necessidade de um espaço com condições, no concelho, que tenha altura e largura suficientes para os padrões da modalidade, mas o Clube não desiste de encontrar um local que satisfaça as espectativas da comunidade desportiva e permita organizar o primeiro torneiro de Ténis de Mesa no concelho.

O deputado municipal Francisco José Silva, reconhece que a Maia tem boas instalações para a prática desportiva, mas os apoios às coletividades são escassos e demasiado “seletivos”.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top