Notícias Maia

Câmara Municipal quer vender terrenos no Sobreiro por €3,1M

© DR
Partilhas

A autarquia pretende alienar dois lotes de terreno para construção que se encontram integrados no projeto “Masterplan do Sobreiro”, com um valor base total de cerca de 3,1 milhões de euros.

Os interessados têm até às 16h do dia 11 de março para apresentarem as propostas, estando a hasta pública agendada para o dia seguinte. Para fins de arrematação para hasta pública serão tidas em conta propostas que apresentem valores superiores ao valor base da venda do imóvel.

O Lote A-1, destinado predominantemente ao uso habitacional, incluindo, ao nível do piso térreo, usos complementares de comércio e serviços e, eventualmente, estabelecimentos de restauração e bebidas, com a área de 1.706,25 m2, sito à face do lado nascente do novo arruamento previsto como prolongamento da Rua das Maias, com orientação norte-sul, que interseta a Rua Altino Coelho, na freguesia Cidade da Maia.

O Lote 2, destinado predominantemente ao uso habitacional, incluindo, ao nível do piso térreo, usos complementares de comércio e serviços e, eventualmente, estabelecimentos de restauração e bebidas, com a área de 1.752,60 m2, sito nas imediações do cruzamento da Rua Altino Coelho com a Rua Eng.º Duarte Pacheco, à face do lado poente do novo arruamento previsto como prolongamento da Rua das Maias, com orientação norte-sul, que interseta a Rua Altino Coelho.

O valor de cada um dos lotes é de um milhão, quinhentos e dezanove mil euros e de um milhão, quinhentos e noventa e um mil euros, respetivamente, sendo que já reflete o montante referente às taxas e compensações devidas pela respetiva operação urbanística.

No caso do Lote A-1, a área máxima de construção é de 10.369,00 m2 , dos quais 7.065,00 m2 são acima do solo, com uma superfície bruta de construção acima do solo de 6.316,00 m2, com oito pisos (rés-do-chão, seis pisos acima deste e último piso recuado).

No caso do Lote 2, 10.545,00 m2 é a área máxima para se construir, dos quais 7.065,00 m2 são acima do solo, com uma superfície bruta de construção acima do solo de 6.542,00 m2, correspondendo, também, a oito pisos (rés-do-chão, seis pisos acima deste e último piso recuado).

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top