Notícias Maia

Covid-19: Há 157 casos confirmados na Maia. Mais 38 do que ontem

© DR
Partilhas

Vila Nova de Gaia, com 163 casos, já ultrapassou o número de positivos do concelho da Maia, de acordo com o relatório da DGS publicado hoje.

O concelho da Maia regista hoje 157 casos de Covid-19, um aumento de 38 face aos números de ontem, o que representa um crescimento de 31,9%.

O boletim de hoje já inclui a informação reportada pelas Administrações Regionais de Saúde e Regiões Autónomas, sendo que quando os casos confirmados são inferiores a 3, por motivos de confidencialidade, os dados não são divulgados. Ainda assim, o boletim da DGS continua a divulgar números que não correspondem à realidade de grande parte dos municípios e diversos autarcas têm desmentido esses mesmos dados, considerando-os bastante abaixo da realidade reportada pelas autoridades de saúde locais. Na caracterização demográfica do boletim de hoje estão apenas contabilizados 70% dos casos. São 2490 dos 3544, ou seja, uma discrepância de 1054 testes positivos.

Recorde que o tempo decorrido entre a exposição ao vírus e o aparecimento de sintomas é atualmente considerado de até 14 dias. Isto que dizer que os casos agora revelados positivos podem ter sido contagiados até há duas semanas atrás.

Casos por 100 mil habitantes nos municípios que fazem fronteira com a Maia

Município População (2011) Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Maia 135.678 157 115,7
Porto 237.591 259 109,0
Valongo 93.858 100 106,5
Gondomar 173.159 114 65,8
Matosinhos 175.478 81 46,2
Santo Tirso 71.530 13 18,2
Trofa 49.897 8 16,0
Vila do Conde 79.533 12 15,1
Centro de rastreio móvel na Maia

Segundo fonte da autarquia, o centro de rastreio móvel da Maia está já a receberá todos aqueles que tenham sido encaminhados pela linha Saúde 24.

O Centro de Rastreio Móvel Covid-19 Maia destina-se apenas aos cidadãos sinalizados e devidamente encaminhados pelas autoridades de saúde e o acesso às instalações é controlado pela Polícia Municipal da Maia.

O teste é gratuito.

Portugal: 3544 casos confirmados de Covid-19 e 60 mortos

O boletim diário da DGS mostra que há 3544 casos confirmados de Covid-19 em todo o país, a que se juntam 60 vítimas mortais. Há ainda 43 pessoas que recuperaram. O Norte do país é a região mais afetada, com 1858 infetados, sendo a distribuição dos casos de doença pelo país a seguinte:

Norte: 1.858 casos;
Centro: 453 casos;
Lisboa e Vale do Tejo: 1082 casos;
Alentejo: 20 casos;
Algarve: 89 casos;
Açores: 24 casos;
Madeira: 15 casos.

Os número de casos a aguardar resultado do teste disparou, de 1591 para 2145. São mais 554 casos suspeito que aguardam resposta laboratorial.

Cefaleia é o principal sintoma

De acordo com dados da DGS, 63% dos casos apresentam dores de cabeça, 53% tosse, 48% febre, 37% fraqueza generalizada, 31% dores musculares e apenas 19% demonstram dificuldade respiratória.

Caracterização demográfica dos casos confirmados

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top