Notícias Maia

COVID-19: Município indica que Maia está a evoluir “em linha” com o país

© DR
Partilhas

A Câmara da Maia informou pela primeira vez, oficialmente, o estado da evolução da pandemia de COVID-19 no concelho, mas não avançou números de infetados, nem de suspeitos.

Não é demais lembrar. Fique em casa. Lave as mãos. Cumpra o isolamento.

A Câmara Municipal da Maia utilizou a sua página na rede social Facebook, para informar pela primeira vez sobre a evolução da pandemia. Na publicação pode ler-se que “a situação da pandemia na Maia está a evoluir em linha com o registado a nível nacional”, não avançando mais pormenores sobre o número de casos e abrindo espaço à especulação.

A autarquia sublinhou ainda que está atenta em “particular” à “situação de S. Pedro Fins”, revelando que a Polícia Municipal e Proteção Civil “têm estado no terreno, a reforçar a necessidade das pessoas desta freguesia evitarem o contacto social”, tal como o NOTÍCIAS MAIA tinha avançado.

“A Polícia Municipal está a fazer o acompanhamento e sensibilização dos utentes do centro de dia de S. Pedro Fins e do grupo Junt’Amigo, duas instituições frequentadas essencialmente por seniores da Freguesia”, afirma a comandante daquela entidade, citada na informação divulgada pelo município.

Foi ainda sublinhado que “tendo em conta os dados conhecidos, a melhor atitude que todos devemos tomar é ficar em casa e seguir rigorosamente as indicações da Direção Geral de Saúde”.

O NOTÍCIAS MAIA sabe que o ritmo de crescimento da epidemia abrandou

Se no dia 18 de março estavam confirmados 25 casos no concelho da Maia, hoje, três dias depois, considerando a informação avançada de forma oficial pelo município e comparando a mesma com o ritmo de crescimento do país, será de esperar que estejam confirmados mais de 55 casos. Contudo, não foi possível confirmar esta cifra de forma oficial.

Para o conseguir informar, tentamos falar com a Câmara Municipal da Maia, tendo sido revelado ao NOTÍCIAS MAIA que o ritmo de propagação no concelho diminuiu de ontem para hoje, estando a situação a ser monitorizada, não havendo motivo para alarme.

Não há, no momento, indicação de vítimas mortais na Maia.

Luísa Salgueiro, Presidente da Câmara de Matosinhos, está infetada

A presidente de Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, testou positivo para Covid-19. O vereador António Correia Pinto está igualmente infetado.

Apesar de estar assintomática, a autarca, que vive na Maia, encontra-se isolada em casa e o vereador está internado, mas estável. As pessoas que tiveram contacto com ambos estão de quarentena.

Há um caso confirmado na Escola EB1/JI1 da Maia

Há um caso de COVID-19 confirmado num aluno da sala k1 da Escola da EB1/JI1 da Maia (Estação), frequentada por mais de 20 crianças, situada na Travessa da Estação, sabe o NOTÍCIAS MAIA. A Delegação de Saúde da Maia está a monitorizar a situação.

Nestes casos o aconselhável, no caso dos pais, professores e assistentes operacionais, é que mantenham a calma e estejam vigilantes, com atenção aos sintomas divulgados pela DGS: a tosse, febre e dificuldade respiratória.

De acordo com o website da Saúde 24, também pode surgir dor de garganta, corrimento nasal, dores de cabeça ou musculares e cansaço.

Um colaborador da Siderurgia Nacional da Maia, atual MEGASA, está infetado com Covid-19.

Devido ao perigo de contágio, aproximadamente trinta funcionários estão em casa de quarentena, desde terça-feira.

Fonte da empresa, citada pelo Jornal de Notícias, confirma que “a fonte de contágio terá ocorrido no exterior da empresa”, não sendo para já conhecidos “quaisquer outros casos de existência do vírus entre os trabalhadores”.

País. Estão confirmados 1280 casos, duplicou o número de mortes para 12, mas o ritmo de propagação baixou

Hoje há mais 260 casos positivos, uma subida de cerca de 25 por cento. Portugal regista neste momento 1280 pessoas infetadas.

Estão recuperadas 5 pessoas. O número de mortes duplicou de 6 para 12.

Em todo o mundo estão confirmados 304 528 mil casos

São 304 528 mil casos, 12 973 mortes e 91 676 recuperados. A Europa é agora o epicentro da epidemia e a Itália encontra-se perto da catástrofe.

Foram confirmados os dois primeiros casos em Angola.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top