Não há registo de novas infeções nas últimas 24 horas e por isso o número divulgado pela DGS ficou novamente em 871.

O número total de testes positivos no concelho da Maia, comunicados pela Direção-Geral de Saúde, permanece em 871. Após o fim-de-semana, o boletim desta segunda-feira não apresenta novos casos.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1567), Vila Nova de Gaia (1418), Porto (1258), Matosinhos (1149), Braga (1112), Gondomar (1009), Maia (871) e Valongo (729).

Desde hoje que nos transportes públicos passa a ser obrigatório utilizar máscara durante toda a viagem, sendo que quem não apresentar a sua utilização pode ser multado com uma coima entre os 120 e os 350 euros. Também a partir deste domingo passa a ser obrigatório o uso de máscaras ou viseiras para o acesso ou permanência nos espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, nos serviços e edifícios de atendimento ao público e nos estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos maiores de seis anos. As empresas estão autorizadas a fazer o controlo da temperatura corporal dos seus funcionários.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 729 757,5
Matosinhos 1149 660,1
Maia 871 634,6
Gondomar 1009 609,2
Porto 1258 585,3
Santo Tirso 356 520,7
Vila Nova de Gaia 1418 472,9
Trofa 139 363,0
Vila do Conde 260 327,0

20 mortos e 242 novos casos

Morreram mais 20 pessoas com Covid-19, segundo os dados da Direção-Geral de Saúde (DGS). O boletim diário mostra um total de 1063 óbitos e 25524 ninfetados, mais 242 do que no dia anterior. O número de recuperados subiu para 1712, mais 23 do que na véspera. 

Encontram-se 813 pessoas internadas, 143 nos cuidados intensivos.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.