Não há registo de novas infeções nas últimas 24 horas. Desde 2 de maio que o número total de infeções está em 871.

O número total de testes positivos no concelho da Maia, comunicados pela Direção-Geral de Saúde, permanece em 871. Esta quarta-feira não foram registados novos casos.

Ordem dos Advogados Maia

Os municípios com o maior número de casos são Lisboa (1627), Vila Nova de Gaia (1425), Porto (1266), Matosinhos (1153), Braga (1118), Gondomar (1009), Maia (871) e Valongo (729).

O secretário de Estado da Saúde, António Sales, informou na conferência de hoje que a taxa de letalidade é global está nos 4,2% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 15%. A percentagem de doentes em internamento é 3,2%, sendo que 0,5% está em Unidades de Cuidados Intensivos e 2,7% em enfermaria, enquanto os que estão em tratamento domiciliário representam 84,7% dos casos. 

O secretário de Estado da Saúde revelou ainda que foram feitos mais de 471 mil testes desde o dia 1 de março, “uma média de 10.700 testes realizados por dia”. Destes, 46,5% foram feitos em laboratórios públicos, 42,5% em laboratórios privados e 11% em laboratórios militares.

Casos por 100 mil habitantes em municípios nos arredores da Maia

Município Casos Covid-19 Casos por 100 mil habitantes
Valongo 729 757,5
Matosinhos 1153 662,4
Maia 871 634,6
Gondomar 1009 609,2
Porto 1266 589,0
Santo Tirso 357 522,1
Vila Nova de Gaia 1425 475,2
Trofa 139 363,0
Vila do Conde 266 334,6

Foco dos novos casos da Covid-19 passou para Lisboa

Portugal tem 26182 casos confirmados de Covid-19 nesta quarta-feira, dia 6 de maio, havendo um aumento de 480 casos. O número de mortes subiu de 1074 para 1089, mais 15, estando a taxa de letalidade em 4,16%. O número de casos recuperados passou para 2076, mais 333 do que na véspera.

594 dos 900 novos casos desde segunda-feira foram na zona de Lisboa e Vale do Tejo.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.