Hernâni Ribeiro vai ser o próximo líder do PSD da Maia, estando confirmado que a eleição terá lista única. Emília Santos e Paulo Ramalho ficam de fora da comissão política. Bragança Fernandes mantém-se como presidente da mesa.

Cozinca

Terminou ontem, quarta-feira dia 17 de abril, ao final do dia, o prazo limite para entrega de listas candidatas à liderança do PSD. A única lista que materializou uma candidatura foi a previamente anunciada por Hernâni Ribeiro, que recolhe o apoio de António Silva Tiago. Pode por isto ser assumido que está encontrado o novo líder do PSD, ficando apenas a faltar o formalismo da votação, a ocorrer no próximo sábado, dia 21 de abril.

De fora da comissão política ficaram os vereadores da Câmara Municipal da Maia, Emília Santos e Paulo Ramalho.

“Fiz ainda questão de libertar os autarcas com funções executivas mais relevantes (executivo municipal) da sua habitual participação neste órgão. Entendo ser mais importante para o PSD e para a Maia que dediquem todo o seu tempo ao compromisso de construção do paradigma autárquico, que a candidatura Maia em Primeiro apresentou aos maiatos”, declarou Hernâni Ribeiro.

Sob o lema “Pela Maia, Continuar a Vencer”, o ex-vereador da Câmara Municipal da Maia, sublinhou em carta enviada aos militantes, que “após ter acompanhado o Eng. António Silva Tiago nos últimos dois mandatos da comissão política, que culminaram com a vitória do nosso Partido nas eleições autárquicas de outubro e a sua eleição como Presidente da Câmara Municipal da Maia, considero que se fechou um ciclo político”.

António Bragança Fernandes mantém-se como Presidente da Mesa de Secção

O histórico líder social-democrata da Maia e atual Presidente da Distrital do Porto do PSD, Bragança Fernandes, irá manter-se como Presidente da Mesa de Secção, funções que já desempenha há dois mandatos. Hernâni Ribeiro, na carta enviada aos militantes, considerou que António Bragança Fernandes “foi um extraordinário presidente de câmara e a sua enorme valia política tem que ser sempre colocada ao serviço da Maia”.

 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.