Quase todo o país entra em Estado de Alerta a partir deste dia 1 de julho. Ajuntamentos limitados a 20 pessoas e proibição de consumo de álcool na via pública são algumas das regras a cumprir.

Portugal continua a registar novos casos da Covid-19 diariamente e é preciso relembrar que não é tempo de baixar a atenção e os cuidados. Neste sentido, e tendo notado alguns comportamentos menos respeitosos nas últimas semanas, o Governo vai declarar, consoante a zona do país, a Situação de Alerta, Contingência e Calamidade. E há multas para quem não cumprir!

Cozinca

Com efeito a partir do dia 1 de julho e até o dia 14 do mesmo mês, há regras para todo o país. Tendo em conta o comportamento atual dos contágios no país, o Governo decidiu declarar Estado de Alerta em Portugal Continental, sendo que a zona de Lisboa e Vale do Tejo vai entrar em Estado de Contingência e as 19 freguesias dos concelhos da Amadora, Odivelas, Loures, Sintra e Lisboa se mantêm em Situação de Calamidade.

Tendo em conta esta informação, para o Porto e, naturalmente, para a Maia, o Governo declarou:

  • O Confinamento obrigatório para doentes e pessoas em vigilância ativa;
  • Mantêm-se regras sobre distanciamento físico, uso de máscara, lotação, horários e higienização;
  • Ajuntamentos limitados a 20 pessoas;
  • Proibição de consumo de álcool na via pública;

As contraordenações podem ser multadas de 100€ a 500€, para pessoas singulares, e de 1 000€ a 5 000€ para pessoas coletivas.

Covid-19. OMS diz que pandemia “está a crescer a um ritmo alarmante”

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.