Notícias Maia

Festival Internacional Cómico da Maia é único no país

Partilhas

Durante dez dias, de 5 a 14 de Outubro de 2018, decorre na Maia, como é habitual, a 23ª edição do Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia (FITCM), uma iniciativa da Câmara Municipal da Maia com direcção artística e produção do Teatro Art´Imagem.

“UM DIA SEM RIR É UM DIA MAL GASTO”

Em nota enviada a esta redação, José Leitão, Diretor artístico, afirma que estrategicamente programado entre as férias de Verão e o recomeço da “vida normal de trabalho”,  este Festival,  único no País que homenageia o Cómico nas suas múltiplas facetas e disciplinas teatrais, pretende contrariar, apesar das visíveis e trágicas alterações climáticas, as palavras shakespearianas de um “Outono do nosso descontentamento”, apresentando 30 espectáculos em que o riso e o humor são o mote principal dos trabalhos artísticos programados, para que os espectadores não possam dizer, como num dito que li algures, que “o dia mais mal gasto de todos é aquele em que não nos rimos”.

Para a edição deste ano foram escolhidos artistas e companhiass de vários países e nacionalidades, a maioria apresentando espectáculos inéditos em Portugal e entre eles estarão grupos  bem conhecidos dos espectadores, afinal um Festival é também uma teia de cumplicidades em que o público e os organizadores vão seguindo a trajectória dos que mais se distinguiram nos anos anteriores, juntamente com colectivos nacionais e estrangeiros que pela primeira vez pisarão os palcos do FITCM.

Serão apresentados 30 espectáculos de artistas e companhias estrangeiras de várias regiões de Espanha,  da Galiza, Andaluzia, Leão e Castela, Madrid, de Itália, do Continente à Sicília, França e Inglaterra, de uma dupla luso-germânica e co-produções internacionais e de Portugal.

Desde textos dos grandes autores universais como Calderón de la Barca, Luís Benavente, Avellaneda, Hans Christian Andersen, o brasileiro Roberto Athyde  e autores contemporâneos de diversas latitudes, até espectáculos sem palavras  serão apresentados e abarcam uma pluralidade de  disciplinas teatrais, da comédia clássica, ao cabaret,  farsa,  mimo e a pantomima, o novo circo e o teatro físico ou visual, marionetas, formas e objectos, à multi-comédia e à música-teatro e das novas modalidades que usam os meios audio-visuais e digitais, para celebrarem o jogo dos homens que é o Teatro em geral, um encontro vivo único e irrepetível vivido em comunidade.
Como saberão os mais atentos, anualmente  escolhemos um “slogan”, uma espécie de “preocupação” pelo tempo que vivemos, aqui ou no Mundo. O deste ano chama-se “A Eutanásia  da Resignação “. As palavras gregas “Eu (Boa)” mais “Thanatos (Morte)” foram traduzidas para português como Eutanásia e Boa Morte! Assim, porque sabemos que ela é inevitável que  seja então, bem teatral, uma Morte Que Ri!

Pela primeira vez apresentaremos alguns espectáculos com interpretação em Língua Gestual Portuguesa, o que torna o FITCM mais inclusivo e acessível a outros espectadores.

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link