Sandra Godinho não vai na lista aprovada pelo Tribunal, mas é apresentada como candidata à Cidade da Maia. PS nega que seja problema.

O outdoor de candidatura do Partido Socialista (PS) à Cidade da Maia apresenta fotografias de cinco pessoas, mas apenas quatro estão na lista candidata à Freguesia. Luís Marçal, Aires Oliveira, José Azenha e Filipa Teixeira são candidatos à Assembleia de Freguesia, mas Sandra Godinho, que aparece do lado esquerdo do outdoor, não está na lista candidata que foi entregue no Tribunal. O que poderia ser uma estratégia de comunicação do PS, torna-se em mais um caso insólito na candidatura socialista, até porque no manifesto eleitoral que está a ser entregue aos maiatos, Sandra Godinho é mesmo apresentada como candidata à Junta de Freguesia da Cidade da Maia.

BodyConcept

Na passada quarta-feira, dia 15 de setembro, ainda antes de serem publicados os manifestos eleitorais, o jornal Notícias Maia contactou a maiata e questionou-a sobre o significado da sua presença nos outdoors do PS. Sandra Godinho explicou que não é candidata à Junta de Freguesia, mas é candidata à Assembleia Municipal e está na comissão de honra. Acrescentou ainda que “a ideia não é transmitir que sou candidata à Junta de Freguesia”, esclarecendo que o “candidato resolveu juntar algumas pessoas que são mais conhecidas para a população”. Quando questionada sobre se não considerava que a sua presença nos outdoors poderia induzir em erro a população, Sandra Godinho remeteu esclarecimentos para a assessoria de imprensa do PS.

Contactada pelo jornal Notícias Maia, a assessoria de imprensa da candidatura do PS afirmou que, nos últimos quatro anos, Sandra Godinho “fez um trabalho notável na Assembleia de Freguesia da Cidade da Maia”, sendo “uma autarca de referência pela sua dedicação, competência e seriedade, pela causa pública”, e que “neste sentido e contexto é um orgulho tê-la no nosso projeto político e é com grande alegria que a vemos apoiar o nosso candidato”. Esclareceu ainda que o projeto político do PS “não é unipessoal”, sendo um projeto “em que o todo apoia o singular e o singular apoia o todo”.

Questionado sobre a possibilidade de induzir os eleitores em erro, o PS respondeu que não, justificando que “é normal que candidatos a diferentes órgãos autárquicos estejam no mesmo outdoor”. Esclareceu ainda que é uma situação que “acontece em todo o país” e que há mais elementos nesta situação.

Mas o que poderia ser uma estratégia de comunicação do PS para angariar mais votos, com a distribuição do manifesto eleitoral, que se iniciou na manhã deste sábado, dia 18 de setembro, torna-se em mais um caso insólito na candidatura socialista. É que Sandra Godinho é mesmo apresentada como candidata à Junta de Freguesia da Cidade da Maia, assim como Carlos Teixeira, ex-PSD e antigo Presidente da extinta Junta de Freguesia da Maia. Carlos Teixeira, que é pai de Filipa Teixeira, também presente no outdoor socialista, é o mandatário da candidatura do PS, mas não é candidato a nenhum cargo político, ao contrário do que aconteceu há quatro anos e ao contrário do que é anunciado. Na mesma situação, Nuno Marçal, que também não é apresentado como candidato a qualquer cargo político, vê a sua fotografia publicada na página do manifesto eleitoral com o título “Quem são os nossos candidatos”.

Ser candidato ou fazer parte de uma comissão de honra são situações absolutamente distintas. Um candidato a um cargo político deve cumprir requisitos que são validados por Tribunal, para se submeter a eleições e ao escrutínio público. Tal não acontece, por exemplo, com os membros de uma comissão de honra, que não podem ser considerados como candidatos.

Manifesto Eleitoral PS Maia

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas leem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.