Notícias Maia

JS condena declarações de André Ventura sobre Joacine Katar Moreira

© DR
Partilhas

O líder do partido Chega afirmou na página de Facebook que Joacine Katar Moreira devia ser devolvida ao seu país. A Juventude Socialista do Federação do Porto, órgão distrital, repudiou as declarações de André Ventura, que considera como “um ataque vil e cobarde para com a colega deputada”.

Na passada terça-feira, dia 28 de janeiro, André Ventura, Deputado à Assembleia da República eleito pelo Partido Chega, reagiu a uma proposta do Livre, apresentada por Joacine Katar Moreira, para que o património das ex-colónias portuguesas que se encontre na posse das instituições nacionais, seja restituído às comunidades de onde provieram.

Em reação a esta proposta, André Ventura propôs que Joacine fosse “devolvida ao seu país de origem”.

A JS considera que esta declaração do Deputado comporta “um ataque vil e cobarde para com a colega deputada”, sendo “sintomático de um posicionamento, político e ideológico” que “é também inimigo do respeito dos princípios democráticos, consagrados na nossa Constituição e amplamente rececionados pela Sociedade Portuguesa”.

A Federação do Porto da Juventude Socialista declarou assim que “repudia totalmente todas as afrontas realizadas contra a dignidade e os direitos do próximo”, reafirmando “o seu compromisso de combate ao fascismo que André Ventura, de forma mais ou menos encapotada, representa”.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top