Com o fim do estado de emergência a Junta de Freguesia reabriu os cemitérios da Cidade da Maia.

A freguesia da Cidade foi a primeira a encerrar os cemitérios e agora “de acordo com o levantamento gradual de suspensões e interdições decretadas durante o estado de emergência”, reabre estes espaços com “restrições e medidas de protecção”.

Ordem dos Advogados Maia

A Presidente da Junta de Freguesia Cidade da Maia determinou reabrir os cemitérios da Freguesia “com a responsabilidade de continuar a contribuir para conter a transmissão do vírus, como forma de controlar a situação epidemiológica no país e atendendo à declaração do estado de calamidade pública”, pode ler-se na informação prestada ao público.

Os cemitérios passam a estar abertos de segunda a sexta-feira, entre as 8h e as 12h, apenas por um portão e o acesso será condicionado e controlado por funcionários. O número máximo de entradas será de acordo com a permanência em cada secção sendo que só será possível a presença de uma pessoa, de cada vez, por sepultura.

Só poderão entrar pessoas equipadas com máscara e luvas, não estando disponíveis baldes nem vassouras, e as pessoas têm que manter uma distância de segurança de pelo menos 2m.

Não será permitido lavar campas, jazigos ou capelas, ficando esta tarefa a cargo dos funcionários. Os arranjos devem ser previamente feitos, não sendo permitido fazer arranjos dentro do cemitério;

As casas de banho estão encerradas ao público e a permanência dentro do cemitério deve ser curta (cerca de 15m) de forma a evitar filas de espera.

A Junta de Fregusia da Cidade da Maia garante ainda que “esta decisão é avaliada diariamente e pode ser revista a qualquer momento, atendendo não só ao incumprimento das restrições e medidas de protecção acima indicadas, mas também à situação epidemiológica na Maia e no país”.

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.