Notícias Maia

Maia investe 6 milhões de euros em empreendimentos sociais

Partilhas

A Câmara da Maia conta investir este ano cerca de seis milhões de euros nos empreendimentos sociais, indicou o presidente, António Silva Tiago, apontando que “a necessidade de habitação social persiste”.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da câmara da Maia, António da Silva Tiago, apontou que “todos os anos são investidos milhões de euros na melhoria das casas”, enumerando que “só nos últimos três anos foram perto de sete milhões de euros investidos”.

“Para este ano estão previstas empreitadas no valor de mais de seis milhões de euros e em 2019 mais de quatro milhões”, indicou o autarca.

O financiamento para estas empreitadas distribui-se por quatro áreas de intervenção: valor considerado no contrato programa da autarquia em consonância com a empresa municipal que gere esta área, concursos e candidaturas no âmbito das metas de eficiência energética ou do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU).

Em informação remetida à Lusa, a Câmara da Maia descreve as intervenções previstas para este ano e, de acordo com António Silva Tiago, “no caso do Sobreiro”, o empreendimento considerado “o mais antigo de todos”, a obra irá “além da mera conservação dos edifícios e implicará uma requalificação”.

“Diria uma revolução em todos os espaços públicos envolventes, porque viver, não se vive só dentro de casa, porque o espaço público cuidado e agradável é igualmente um direito de todos”, disse o autarca, vincando que “a necessidade de habitação social persiste”, razão pela qual apela ao Governo para que “reabra” o dossiê sobre esta matéria.

“Espero finalmente que, em breve, o Governo cumpra o seu papel e se reabra o dossiê para financiamento de construção de nova habitação social, porque continuam a existir no país famílias em estado de necessidade no domínio da habitação. Nós estaremos atentos e cumpriremos muito além da nossa parte”, afirmou o autarca.

A Maia, concelho do distrito do Porto, tem atualmente 2.500 fogos de habitação social.

COMENTE

Partilhas

Newsletter

E-mail
Top