Um estudo analisou hábitos de telecomunicações dos maiatos e revelou que contratam menos pacotes com internet móvel do que no resto do distrito e do país.

O ComparaJá.pt realizou uma análise aos hábitos de telecomunicações dos portugueses, escrutinando as opções em relação ao uso de internet, televisão, pacotes de telecomunicações e operadoras. Em comunicado é referido que este estudo foi “feito com base em dezenas de milhar de simulações feitas na plataforma”.

No concelho da Maia, a preferência vai para os serviços 4P (quadruple-play), que abrangem quatro serviços: televisão, Internet fixa, telefone e telemóvel. 64% dos maiatos optam por este tipo de pacotes. Muito acima dos 39% do distrito ou dos 40% da realidade nacional.

Televisão é o fator mais importante na Maia

Metade dos maiatos inquiridos afirmou que a televisão tem maior relevância na hora de escolher um serviço de telecomunicações. 12% revela que a importância é “elevada” e 38% afirmam que é “média”.

Maia em linha no que toca à Internet

Relativamente à internet, 32% dos maiatos e dos portugueses consideram que esta funcionalidade tem uma importância “elevada” num serviço de telecomunicações. No entanto, são os habitantes do concelho (68%) e do distrito (69%) onde pertencem que dizem que a internet tem pouca ou média relevância.

Em todo o caso, não existem grandes disparidades da realidade verificada no concelho da Maia quando comparada com aquilo que se regista no distrito do Porto e em Portugal.

Telefone fixo destaca-se entre os maiatos

Embora a maioria dos residentes do município da Maia (61%) afirme que o telefone tem pouca importância, 39% atribuem-lhe ainda alguma relevância. Já no Porto, esta funcionalidade tem uma importância “baixa” num pacote de telecomunicações (66%).

Maiatos preferem a NOS como operadora

Na hora de escolher a operadora, a NOS revela-se a prioridade de 38% dos habitantes do município. A Vodafone segue em segundo lugar (33%) como a entidade mais preponderante e a MEO fica em terceiro lugar ao adquirir apenas 28% das preferências. Apenas 1% da população da Maia opta pela NOWO.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.