Depois da entrega simbólica de computadores por parte da LIPOR, Marta Peneda garantiu que o Município da Maia está a ajudar a colmatar a falta de material informático adequando nos alunos mais carenciados.

O projeto CREW, que junta a LIPOR e a ERP Portugal, está a mobilizar a comunidade para o reaproveitamento de material informático em desuso. O mote do projeto é aproveitar os materiais informáticos que já não fazem falta nas nossas casas, reparando-os e entregando-os a crianças e jovens desfavorecidos para que possam manter as aulas em casa da melhor forma.

Cozinca

A entrega simbólica destes primeiros equipamentos aconteceu na tarde de dia 1 de março, na EB 2,3 do Castêlo da Maia e contou com a presença da vereadora do ambiente da Câmara Municipal da Maia, Marta Peneda.

Em entrevista, depois da ação simbólica onde representou a LIPOR, Marta Peneda apelou às doações de equipamento para o projeto e comentou os esforços do município no âmbito do ensino a distância.

Este é um ato simbólico mas tem muito significado, principalmente numa altura que os alunos estão em casa. É um projeto que começa agora.

Marta Peneda (MP): É verdade. É de facto revestido de um enorme simbolismo. O ensino à distância tem sido uma constante e nem todos os alunos têm as mesmas condições. Portanto, aquilo que estamos aqui a fazer hoje é fruto de uma projeto desenvolvido pela LIPOR, que é o projeto CREW, desenvolvido em parceria com a ERP Portugal, que permite que cada pessoa que tenha em casa um equipamento já em desuso, seja um rato, um computador, um coluna, possa levá-lo à LIPOR, que ele vai ser devidamente arranjado e depois entregue a quem mais precisa.

Que outros esforços está o município a fazer no sentido de habilitar os alunos que não têm computadores?

MP: Eu devo dizer que o Município da Maia tem tido um comportamento exemplar. Ao nível do ensino básico, os problemas estão todos resolvidos. Depois ao nível do 2º e 3º ciclo já foram distribuídos 300 computadores e também já foi criado um banco de empréstimos que está a ser gerido e que permite colmatar essas dificuldades. Agora é importante que se note que este projeto, além de ajudar a resolver algumas falhas no que diz respeito aos equipamentos, ainda há muitos alunos que ou não equipamento ou usam exclusivamente o telemóvel, este projeto preconiza que é também a política e filosofia da LIPOR. Ou seja, permite reduzir o consumo, reutilizar os equipamentos e esperemos que, quando eles já estiverem completamente obsoletos, que sejam reciclados. É um projeto que incorpora verdadeiramente a estratégia da LIPOR no que diz respeito à Economia Circular.

A LIPOR tem plano para a ajudar mais alunos no futuro?

MP: O projeto está a começar agora, felizmente tem tido muita adesão por parte da comunidade. Começou exatamente pela Maia, hoje já foram distribuídos quatro computadores aos Vicentinos de Águas Santas e estamos aqui a distribuir mais dois, e pretendemos agora que continuem a ser facultados à LIPOR mais equipamentos para poderem ser reaproveitados e entregues efetivamente a quem mais precisa.

Ler também: Projeto da LIPOR entregou primeiros computadores a alunos carenciados da Maia

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.