Notícias Maia

Obra de Siza Vieira vai assinalar os 500 anos do Foral da Maia

© DR/Notícias Maia
Partilhas

O Município da Maia comissionou ao mais premiado arquiteto português de sempre a conceção de uma obra de arte, evocativa da efeméride dos 500 anos do Foral Manuelino da Maia, no montante de mais de 60 mil euros.

Álvaro Siza Vieira é natural de Matosinhos, onde nasceu a 25 de Junho de 1933, filho de Júlio Siza Vieira e de Cacilda Ermelinda Camacho Carneiro. Estudou Arquitetura na Escola Superior de Belas Artes do Porto entre 1949 e 1955. Construiu a sua primeira obra em 1954. Foi colaborador de Fernando Távora entre 1955 e 1958. Ensinou na Escola Superior de Belas Artes do Porto entre 1966 e 1969 e voltou a esta Escola como Professor Assistente de “Construção”. Foi Professor Visitante em vários estabelecimentos de ensino. Lecionou, ainda, na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, onde deu a sua última aula em Outubro de 2003.

O arquiteto é responsável por outro grande projeto na Maia – o novo espaço da Fundação Gramaxo – num investimento de dois milhões de euros, consistindo numa nova sede e jardim. Este novo edifício será aberto ao público, terá capacidade para um auditório com 100 lugares e conseguirá receber exposições, ficando ainda com espaço para expor a coleção de arte da família.

Igualmente enquadrado nas celebrações dos 500 anos do Foral, foi recentemente inaugurada uma exposição do enquadramento histórico do Foral da Maia, composta por 16 painéis explicativos, distribuídos por 4 dispositivos paralelepipédicos de 4 faces cada, que irão permitir a itinerância por vários locais do Concelho durante os 3 anos das celebrações.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top