Partilhas

O Diretor-geral da OMS diz que só para vacinas são precisos 100 mil milhões de dólares.

Há uma “larga discrepância” entre os fundos necessários para combater a pandemia do coronavírus e os fundos efetivamente comprometidos, disse o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Convicta

O diretor da OMS afirmou esta segunda-feira que, nesta matéria, “a OMS está apenas a 10% do caminho para financiar os biliões de dólares necessários”. “Só para as vacinas, serão necessários mais de 100 biliões de dólares“, acrescentou.

“Os próximos três meses apresentam uma janela de oportunidade crucial para dimensionar o impacto do acelerador ACT (Access to Covid) em termos de um impacto global”, disse o diretor-geral numa conferência de imprensa em Genebra.

No entanto, alertou que, “para explorar essa janela, temos que ampliar fundamentalmente a forma como estamos a financiar o acelerador ACT e priorizar o uso de novas ferramentas”. “Há uma grande distância entre a nossa ambição para o acelerador ACT e a quantidade de fundos que foram comprometidos”, explicou.

Tedros voltou a lembrar que “nunca é tarde para reverter a pandemia” e que a mensagem continua a ser “restringir, restringir, restringir”.

Recorde-se que, no final do mês de Maio, Donald Trump declarou que os EUA iriam terminar a “relação com a Organização Mundial da Saúde”. Leia a notícia de seguida. 

Donald Trump anuncia saída definitiva dos Estados Unidos da OMS

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.