Chegou a vez de Paulo Ramalho. O Vereador da Câmara Municipal da Maia, eleito pela coligação PSD/CDS, assumiu a Vice-Presidência da autarquia, no âmbito da rotatividade adotada por Silva Tiago. Depois de Ana Miguel Vieira de Carvalho e de Mário Nuno Neves, é a vez do Vereador assumir a pasta até maio de 2020.

Este é um novo modelo usado pelo executivo, o da rotatividade da Vice-Presidência, e também um dos raros casos no país. Silva Tiago optou por não ter um Vice-Presidente, tendo assim o cargo ocupado à vez pelos Vereadores da Coligação “Maia Em Primeiro”. Ana Miguel Vieira de Carvalho, filha do histórico autarca Vieira de Carvalho, ocupou o cargo durante os primeiros meses de mandato, cabendo a Mário Nuno Neves desempenhar a função até ao passado dia 18 de agosto.

O Vereador Paulo Ramalho, eleito na quinta posição pelo PSD/CDS, ocupa sensivelmente há um mês o cargo de Vice-Presidente da CMM. O autarca social-democrata que foi apoiante de Rui Rio nas últimas eleições internas do PSD, é Vereador com os pelouros da Economia, Relações Internacionais e Assuntos Jurídicos.

 

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.