Notícias Maia

Pena de Morte, Testemunho de um Inocente, na Maia

Partilhas
© DR/Notícias Maia

As comemorações dos 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos e dos 40 anos da Adesão de Portugal à Convenção Europeia, vai trazer à Maia, Joaquin José Martines, um cidadão espanhol injustamente condenado à morte em 1997 nos Estados Unidos da América.

O Salão Nobre dos Paços do Concelho acolhe, no próximo dia 30 de novembro, pelas 18h00, uma conferência por Joaquin José Martines – um ex-condenado à pena capital – no âmbito da comemoração na Maia do Dia Internacional “Cities for Life” – Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte, uma parceria entre a Câmara Municipal da Maia e a Comunidade de Sant’Egídio da Região Norte, iniciativa integrada nas comemorações dos 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos e dos 40 anos da Adesão de Portugal à Convenção Europeia de Direitos Humanos.

Joaquin José Martines é um cidadão espanhol condenado injustamente à morte em 1997 nos Estados Unidos da América e inocentado quatro anos depois pelo Supremo Tribunal dos EUA, dedicando agora a sua vida à causa da abolição da pena de morte.

“Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte” celebra-se todos os anos no dia 30 de novembro, data da primeira abolição da pena capital no Grão-Ducado da Toscana, Itália, em 1786, sendo Portugal o segundo estado a fazê-lo em 1867.

Já em 2017 a Maia sublinhou ser uma “Cidade pela Vida”, juntando-se a centenas de cidades em todo o mundo que no 30 de novembro, iluminam um edifício público ou histórico, em sinal de condenações pela aplicação da pena capital. Na Cidade da Maia foi iluminada a Torre do Lidador, num ato simbólico que se pode repetir este ano.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top