Notícias Maia

Preço das casas na Maia subiu quase 11% num ano

© DR
Partilhas

A Maia regista uma taxa de crescimento homólogo de 10,86%, passando dos €893 para os €990 por metro quadrado, no quarto trimestre de 2018.

A nível nacional, o aumento foi de 6,9%, registando-se um preço mediano de €996/m2 no quarto trimestre do ano passado. O preço das casas em Lisboa e no Porto subiu mais de 23%, revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

O INE divulgou hoje uma nova edição das Estatísticas de Preços da Habitação ao nível local. Os valores publicados referem-se à mediana (valor que separa em duas partes iguais o conjunto ordenado de preços por metro quadrado) dos preços de venda de alojamentos familiares (€/m2).

No 4º trimestre de 2018, a variação homóloga do preço mediano de alojamentos vendidos em Portugal foi +6,9%, passando de 932 €/m2 no 4º trimestre de 2017 para 996 €/m2 no 4º trimestre de 2018. Lisboa destacou-se das restantes cidades com mais de 100 mil habitantes por apresentar o preço mediano de alojamentos familiares mais elevado (3 010 €/m2) e também o maior crescimento face ao período homólogo: +23,5%.

Face ao período homólogo, todas as cidades com mais de 100 mil habitantes registaram aumento dos preços. Para além de Lisboa, verificaram-se variações expressivas no Porto (+23,3%), Amadora (+20,3%) e Braga (+18,3%). As cidades Vila Nova de Gaia (+14,8%) e Funchal (+10,8%) registaram também taxas de crescimento homólogas superiores ao valor nacional (+6,9%) e a cidade de Coimbra registou o menor crescimento relativo (+1,7%). Face ao 3º trimestre de 2018, as únicas cidades onde a taxa de variação homóloga diminuiu foram Coimbra (-4,1 p.p.), Funchal (-1,6 p.p.) e Lisboa (-0,8 p.p.).

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top