Notícias Maia

Prozis aponta arranque do novo centro tecnológico para janeiro de 2019

Partilhas
Miguel Milhão, fundador da Prozis.

Foi hoje apresentado oficialmente, pela Câmara Municipal da Maia e pela Prozis, o novo centro tecnológico de investigação e desenvolvimento a instalar na Maia, num evento que decorreu na Praça do Município. Miguel Milhão, líder da empresa, apontou janeiro de 2019 como data provável para o arranque da operação na Maia.

Miguel Milhão referiu como principais razões, para a escolha da Maia, o facto de o município ter “uma dinâmica compatível com filosofia da empresa e a recetividade do presidente da Câmara Municipal”. O empreendedor garantiu ainda que “ao longo dos próximos 24 meses serão investidos 15 milhões de euros no concelho”, sendo que a empresa irá “dar o máximo para que os primeiros trabalhadores comecem já a trabalhar na Maia em janeiro”.

António Silva Tiago, presidente da Câmara Municipal da Maia, afirmou que esta “foi uma atitude inteligente [da Prozis Group], a de ter escolhido a Maia para se instalar. Somos uma cidade de empreendedorismo, de criar valor e de criar riqueza, para os que aqui trabalham e vivem”. O edil prosseguiu, declarando que “ a Maia é um espaço politicamente estável, uma geografia politicamente estável, e esse é um dos nossos grandes êxitos. Nós trabalhamos todos os dias, estamos sempre muito atentos e focados na nossa missão pública e portanto as coisas acontecem com normalidade”.

O Prozis Tech Maia ficará localizado em Moreira e está já em curso o processo de recrutamento, para a entrada imediata, de 300 colaboradores, sobretudo nas áreas da programação e dos sistemas informáticos.

Segundo o município, a escolha da Maia “obedeceu a rigorosos critérios de seleção, tendo sido decisiva na criação do ambiente favorável ao investimento, a intervenção do Presidente da Câmara, Eng.º António Silva Tiago, bem como do Maia GO, assim como o potencial da interação com o TecMaia”.

O gabinete Maia Go é a unidade municipal especializada na prospeção, captação e acolhimento de investimento produtivo e gerador de emprego, com enfoque nos projetos empresariais que acrescentam valor aos atributos magnéticos já existentes no território concelhio da Maia.

Ainda de acordo com o mesmo documento enviado às redações, “o PROZIS GROUP sentiu-se atraído por fatores que no entendimento global da sua organização, corporizada pela comunidade de colaboradores que integra, são essenciais à criação de um ambiente colaborativo inspirador e estimulante”.

Entre os principais fatores atrativos da Maia, o comunicado destaca ”o urbanismo e oferta habitacional de qualidade; educação de excelência; 15 mil pessoas por dia a praticar desporto nas infraestruturas desportivas do Município da Maia; boas acessibilidades, vias de comunicação rápidas e transportes multimodais; proximidade ao aeroporto Francisco Sá Carneiro; ambiente sustentável; 11,2m2 por habitante de espaços verdes, parques e jardins; oferta cultural, recreativa e de animação diversificada; serviços de saúde, públicos e privados, com múltiplas possibilidades de escolha; políticas locais favoráveis ao investimento e empreendedorismo”.

Com sede em Esposende, a Prozis é uma das maiores empresas de nutrição desportiva da Europa, contando com mais de 800 mil clientes distribuídos por mais de cem mercados, incluindo o Brasil. É reconhecida globalmente como uma das poucas empresas 4.0, de estrutura vertical, com forte componente tecnológica.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top