Notícias Maia

Ryanair despede funcionários baseados no Sá Carneiro por “encenarem” fotografia

Partilhas

Seis colaboradores da Ryanair foram despedidos por “encenarem uma fotografia” a dormir no chão do aeroporto de Málaga, em outubro.

“Estes seis elementos de cabine do Porto foram despedidos no dia cinco de novembro por quebra contratual”, confirmou a Ryanair ao Jornal de Notícias. Os tripulantes são acusados de “conduta grosseira, após terem encenado uma fotografia para suportar falsas alegações (largamente difundidas pelos meios de comunicação internacionais) de serem forçados a dormir no chão na sala de pessoal de Málaga”.

A empresa afirmou ainda que o comportamento “prejudicou a reputação do empregador e causou uma quebra irreparável de confiança com essas seis pessoas”.

Os tripulantes foram acusados de simular uma fotografia no aeroporto de Málaga, numa altura em que seis voos, com destino ao aeroporto localizado na Maia, foram desviados para aquele aeroporto espanhol, devido aos efeitos da tempestade Leslie.

“Já tiveram [a reunião] e foram despedidos. A Ryanair acha que ficou prejudicada pela divulgação daquela fotografia. Aquela fotografia não foi mais que uma manifestação de direito à indignação”, disse a presidente do Sindicato Nacional do Pessoal De Voo da Aviação Civil (SNPVAC), Luciana Passo, à Lusa.

Saiba mais: Ryanair publica vídeo de segurança que desmente tripulação do Porto

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link