Notícias Maia

Supertabi quer provar que “sala de aula não precisa de ser fechada”

Partilhas

A Maia acolhe, terça e quarta-feira, o SUPERTABi, uma conferência internacional que quer provar que “a aprendizagem acontece em qualquer hora e qualquer lugar” e que “a sala de aula não precisa de ser um espaço fechado”.

De acordo com dados enviados hoje à agência Lusa pela organização, a cargo da câmara da Maia com o apoio do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho, o terceiro encontro SUPERTABi registou mais de 1.000 inscritos e são esperados professores de todo o país e de todos os graus de ensino.

“Pretende-se que este evento, que tem vindo a afirmar-se como um marco relevante no panorama da educação e na partilha de práticas pedagógicas inovadoras com tecnologia, nomeadamente, móvel, seja um espaço de formação, reflexão e comunicação para os professores dos ensinos básico e secundário, bem como para os investigadores e decisores políticos”, refere a nota explicativa sobre o encontro que decorre no Fórum da Maia.

Já o presidente da câmara da Maia, António Silva Tiago, referiu, em declarações à Lusa, ser sua convicção de que a partir deste evento “a sala de aula será reinventada com a ajuda de poderosas ferramentas de aprendizagem e partilha do conhecimento”.

“Apostamos em preparar já hoje melhores cidadãos e, sobretudo, pessoas mais felizes. O Conhecimento, para nós, é uma condição da felicidade”, disse o autarca sobre o encontro que acontece há três edições neste concelho do distrito do Porto.

Segundo António Silva Tiago, “o sucesso e os excelentes resultados no âmbito das experiências-piloto do SUPERABi fizeram com que a câmara decidisse criar as condições necessárias, nomeadamente ao nível da disponibilização de equipamentos, para que todos os Agrupamentos Escolares possam implementar e abraçar os novos ambientes de aprendizagem”.

Mike Sharples, da Open University – Reino Unido, fundador e presidente da associação Internacional de Mobile Learning, bem como Pedro Branco do Engage Lab – Universidade do Minho, são dois dos conferencistas destacados pelos organizadores que, no que se refere a novidades tecnológicas, enumeraram os painéis interativos, mobiliário flexível, impressoras 3D, ‘aparelhos inteligentes’ e equipamentos robóticos, entre outros.

A organização também conta com os Agrupamentos de Escolas da Maia e com o Centro de Formação de Associação da Maia/Trofa.

COMENTE

Publicidade

media & meios

Newsletter

Top
Fórum da Maia - 30 de novembro - 21.30h

Salvador Martinha

Salvador Martinha vai finalmente apresentar o seu novo espetáculo de Stand-Up, Cabeça Ausente, no Fórum da Maia. Compre já o seu bilhete.
close-link