Notícias Maia

Toucinho do Céu da Maia é candidato Às 7 maravilhas da gastronomia

Partilhas

A Real Confraria Gastronómica das Cebolas, em parceria com a Unidade de Turismo da Câmara Municipal da Maia e o Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia, apresentaram a candidatura do “Toucinho do Céu da Maia” às 7 Maravilhas Doces da Gastronomia na categoria Doce de Território.

Esta é a oitava edição do concurso “7 Maravilhas de Portugal”, que pretende promover os grandes valores da identidade nacional.

O “Toucinho do Céu da Maia” é um tesouro inexplorado do passado, que queremos valorizar no presente e perpetuar no futuro.

Breve apresentação histórica, anexa à candidatura, pelo Prof. Maia Marques:
A Terra da Maia, que ia do rio Leça ao rio Ave, outrora uma unidade territorial e, ainda hoje, uma unidade cultural, foi região de muitos mosteiros e conventos. Por isso mesmo é profundamente rica na chamada doçaria conventual.
Os Conventos e Mosteiros, a maior parte deles fundados por reis e príncipes (para além dos instituídos por autoridades clericais), eram por eles dotados de prebendas e direitos que lhes garantiam subsistência razoavelmente abastada e farta, até 1834, data da extinção das ordens Religiosas em Portugal.

Muitos acolhiam filhas da nobreza e das famílias mais ricas que, além dos seus dotes, traziam consigo hábitos de alimentação e receitas familiares que originaram requintadas preparações gastronómicas e doçaria rica e por vezes complexa.

As suas criadas, que muitas vezes as acompanhavam nos conventos, mas que também muitas vezes as deixavam, foram certamente responsáveis pela divulgação de algumas receitas que foram entrando nas tradições portuguesas.

Este tipo de doces, caracterizado pela profusão de ovos e açúcar, não estavam ao alcance do pequeno lavrador, do rendeiro, enfim, do maiato em geral. Só as grandes famílias, os nobres (que não estivessem falidos como muitos) e os estabelecimentos religiosos os podiam confecionar.

É o caso deste “Toucinho do Céu da Maia”, doce de tempo de festa, que se distingue de várias outras receitas idênticas por usar o sumo de laranja que lhe confere um sabor único entre os seus congéneres.
Este evento é uma excelente oportunidade para promover os nossos produtos e cultura.

A parceria da Real Confraria Gastronómica das Cebolas, Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia e Turismo da Maia, tem vindo a fazer a promoção, fomento e consciencialização do uso do receituário tradicional do nosso território como meio diferenciador positivo para os estabelecimentos de restauração e pastelarias locais: só aqui poderão encontrar estas receitas tornando-se desta forma numa mais valia.

Estamos também a trabalhar no projeto de elaboração da Carta Gastronómica da Terra da Maia, uma pesquisa de grande amplitude para a qual contamos com a ajuda de todas as forças vivas locais.

Depois da submetida a candidatura do “Toucinho do Céu da Maia” às ” 7 Maravilhas Doces de Portugal”, segue-se uma seleção por um painel de especialistas dos 7 candidatos finalistas por distrito em cada categoria com votação pública em julho.

COMENTE

Publicidade

Publicidade

media & meios

Newsletter

Mais Populares

Top