Os desafios de hoje são incomparavelmente mais complexos que os de ontem e temos de estar preparados para um amanhã a desmascarar as fragilidades a que Portugal tem sido submetido nos últimos anos.

Numa sociedade moderna e democrática, o serviço público deve ser um foco de permanente escrutínio e melhoria.

Hoje, os serviços públicos em Portugal são chamados a reinventarem-se na ação, a prepararem-se no planeamento e na antecipação de cenários de contingência, tendo em conta os riscos que pairam sobre o país, a acumular com o crescente nível de exigência dos cidadãos. De entre todos, as autarquias são as mais visadas em matéria de capacidade de resposta, eficiência e comunicação direta com as pessoas.

Alguns municípios, como a Maia, têm vindo a ser chamados a substituir o governo central, em nome da capacidade de gestão e melhor eficiência governativa, o que coloca as autarquias sobre fortes exigências de rigor e competência técnica.

A hora é de determinação e coesão. É o momento de chamar todos a concentrar energias em objetivos comuns. É ainda tempo de visões coletivas inequívocas, de comunicação permanente com as populações, de reforço da convergência de interesses num desígnio público claro e transparente, de união das equipas e da qualidade dos serviços públicos prestados.

O desígnio atual das estruturas do poder local não poderia ser melhor descrito do que pelas palavras de Henry Ford: “juntar-se é um começo, permanecer juntos é um processo e trabalhar juntos é um sucesso.”

Assim o é, e terá de continuar a ser, na Maia! Porque à Maia exige-se manter, e porque não reforçar, a tradição de liderança nos rankings de desenvolvimento e de qualidade de vida.

Na Maia estaremos seguramente prontos para, sempre que solicitado, continuar a corresponder com respostas de excelência. Essa garantia é transmitida às Maiatas e aos Maiatos. É para isso que existimos enquanto equipa. É também por isso que escolhi prestar o serviço público no que entendo ser o seu patamar mais elevado, efetivo e eficaz: a governação autárquica.

E o sucesso? O sucesso do serviço público passa pela determinação e coesão, dois pilares da equipa autárquica a que pertenço.

Emilia Santos
Vereadora da Câmara Municipal da Maia

COMENTE

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem o NOTÍCIAS MAIA, jornal digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O NOTÍCIAS MAIA é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler o NOTÍCIAS MAIA, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar o NOTÍCIAS MAIA - e só demora um minuto. Obrigado.